top

Casamentos na Polinésia Francesa

Deixe-se encantar pelo seu charme

Polinésia Francesa: Berço e fonte de inspiração para grandes atores, intelectuais, escritores, pintores e cantores ao longo das décadas. Suas paisagens atraíram artistas como Marlon Brando, Stevenson, Gauguin, Charles Morice, Jacques Brel e Herman Melville.

Nenhum lugar no mundo exerce uma atração tão poderosa sobre quem o visita…

Robert Louis Stevenson

Casamentos na Polinésia Francesa: Cuidamos de cada detalhe

Casar na Polinésia Francesa é uma das experiências mais enriquecedoras que se pode ter, por isso, na Arêna Pacific, nos especializamos em casamentos na praia para tornar esse momento perfeito, único e inesquecível.

Assim que o casal chegar ao aeroporto, será recebido pela nossa equipe de assessores especializados em casamentos originais. Primeiro, ajudaremos vocês a se acomodarem no hotel, tanto os noivos quanto os convidados, ficando à disposição para tirar dúvidas ou atender aos desejos, sempre com o sorriso mais popular do mundo: o sorriso polinésio.

Daremos atenção especial ao vestuário, dada a singularidade do mesmo.

Escolher entre mais de 100 ilhas que compõem o arquipélago não é fácil. É preciso levar em consideração que nem todas estão habitadas, e outras, devido à dificuldade do terreno, não são adequadas para celebrar um casamento, sem mencionar aquelas que estão muito distantes e de difícil acesso. Mas não se preocupe, a equipe da Arêna Pacific ajudará vocês a escolher a melhor e mais inesquecível.

São poucos os homens que deixam as ilhas depois de conhecê-las; deixam que seus cabelos fiquem brancos onde se estabeleceram…

Robert Louis Stevenson

Também oferecemos uma seleção requintada de Ilhas Privadas para realizar seus Casamentos Tradicionais Polinésios: Tetiaroa, Nukutepipi, Tapai e Motu Nao Nao são apenas algumas delas.

O homem moderno não tem para onde voltar depois de conhecer estas ilhas

Paul Gauguin

Descubra a Magia da Polinésia

A luz, as cores do recife e a vida marinha ao alcance da mão permanecerão em sua memória para sempre.

Há muitas coisas para fazer e ver na Polinésia: mergulhar, surfar, passear pelas montanhas, escalar, contemplar a vida, saborear sua deliciosa culinária, apreciar a artesanato… todas essas atividades serão possíveis graças à Arêna Pacific, que, lembre-se, estará aberta às suas sugestões.

Paul Gauguin, depois de viajar pelo mundo, enfrentar a ruína, viver na pobreza, sem descanso emocional e sem encontrar equilíbrio espiritual, decidiu ir longe da França e escolheu a Polinésia como seu destino.

Uma Ilha que Vai Cativá-lo

O impacto da vegetação, da cor turquesa das águas e da simpatia dos habitantes foi tão grande que ele decidiu viver neste lugar incomparável.

Ele foi tão feliz no arquipélago que decidiu viver lá para sempre. Aqui, ele se apaixonou e encontrou felicidade e equilíbrio, a ponto de podermos dizer que esse pintor inquieto encontrou o paraíso.

Sem dúvida, para um pintor como Gauguin, as cores brilhantes das ilhas inundariam sua paleta e sua vida com tons ricos e férteis de acordo com a exotismo do local, o que fez com que Gauguin sorrisse para a vida.

Em contraste com essa luz, com a cor do cabelo das mulheres, com um tom de pele diferente do europeu, provocou uma explosão criativa que nos deixou as melhores pinturas do pintor.

Tetiaroa é linda além da minha capacidade de descrever. Pode-se dizer que Tetiaroa é a tintura dos mares do sul

Marlon Brando